Gênesis 30

Este capítulo fala dos filhos de Jacó com Raquel, Lia e suas servas, e de sua ida para a terra de seus próprio país.

Capítulos:

1 E vendo Raquel que não dava filhos a Jacó, teve inveja de sua irmã, e dizia a Jacó: Dá-me filhos, ou senão, morro.

2 E Jacó se irritava contra Raquel, e dizia: Estou eu em lugar de Deus, que te impediu o fruto de teu ventre?

3 E ela disse: Eis aqui minha serva Bila; deita-te com ela, e dará à luz sobre meus joelhos, e eu também terei filhos por meio dela.

4 Assim lhe deu a Bila sua serva por mulher; e Jacó se deitou com ela.

5 E concebeu Bila, e deu à luz a Jacó um filho.

6 E disse Raquel: Julgou-me Deus, e também ouviu minha voz, e deu-me um filho. Portanto chamou seu nome Dã.

7 E concebeu outra vez Bila, a serva de Raquel, e deu à luz o segundo filho a Jacó.

8 E disse Raquel: Com lutas de Deus disputei com minha irmã, e venci. E chamou seu nome Naftali.

9 E vendo Lia que havia deixado de dar à luz, tomou a Zilpa sua serva, e deu-a a Jacó por mulher.

10 E Zilpa, serva de Lia, deu à luz a Jacó um filho.

11 E disse Lia: Veio a boa sorte. E chamou seu nome Gade.

12 E Zilpa, a sirva de Lia, deu à luz outro filho a Jacó.

13 E disse Lia: Para alegria minha; porque as mulheres me chamarão de feliz; e chamou seu nome Aser.

14 E foi Rúben em tempo da colheita dos trigos, e achou mandrágoras no campo, e trouxe-as a sua mãe Lia; e disse Raquel a Lia: Rogo-te que me dês das mandrágoras de teu filho.

15 E ela respondeu: É pouco que tenhas tomado meu marido, mas também levarás as mandrágoras de meu filho? E disse Raquel: Ele, pois, dormirá contigo esta noite pelas mandrágoras de teu filho.

16 E quando Jacó voltava do campo à tarde, Lia saiu ao encontro dele, e lhe disse: Deitarás comigo, porque em verdade te aluguei em troca das mandrágoras de meu filho. E dormiu com ela naquela noite.

17 E ouviu Deus a Lia; e concebeu, e deu à luz a Jacó o quinto filho.

18 E disse Lia: Deus me deu minha recompensa, porque dei minha serva a meu marido; por isso chamou seu nome Issacar.

19 E concebeu Lia outra vez, e deu à luz o sexto filho a Jacó.

20 E disse Lia: Deus me deu uma boa dádiva: agora meu marido morará comigo, porque lhe dei seis filhos; e chamou seu nome Zebulom.

21 E depois deu à luz uma filha, e chamou seu nome Diná.

22 E lembrou-se Deus de Raquel, e Deus a ouviu, e abriu sua madre.

23 E concebeu, e deu à luz um filho: e disse: Deus tirou minha humilhação;

24 E chamou seu nome José, dizendo: Acrescente-me o SENHOR outro filho.

O enriquecimento de Jacó

25 E aconteceu, quando Raquel havia dado à luz a José, que Jacó disse a Labão: Permite-me ir embora, e irei a meu lugar, e à minha terra.

26 Dá-me minhas mulheres e meus filhos, pelas quais servi contigo, e deixa-me ir; pois tu sabes os serviços que te fiz.

27 E Labão lhe respondeu: Ache eu agora favor em teus olhos, e fica-te; experimentei que o SENHOR me abençoou por tua causa.

28 E disse: Define-me teu salário, que eu o darei.

29 E ele respondeu: Tu sabes como te servi, e como esteve teu gado comigo;

30 Porque pouco tinhas antes de minha vinda, e cresceu em grande número; e o SENHOR te abençoou com minha chegada: e agora quando tenho de fazer eu também por minha própria casa?

31 E ele disse: Que te darei? E respondeu Jacó: Não me dês nada; se fizeres por mim isto, voltarei a apascentar tuas ovelhas.

32 Eu passarei hoje por todas tuas ovelhas, pondo à parte todas as reses manchadas e de cor variada, e todas as reses de cor escura entre as ovelhas, e as manchadas e de cor variada entre as cabras; e isto será meu salário.

33 Assim responderá por mim minha justiça amanhã quando me vier meu salário diante de ti: toda a que não for pintada nem manchada nas cabras e de cor escura nas ovelhas minhas, se me há de ter para furto.

34 E disse Labão: Eis que seja como tu dizes.

35 Porém ele separou naquele mesmo dia os machos de bode rajados e manchados; e todas as cabras manchadas e de cor variada, e toda rês que tinha em si algo de branco, e todas as de cor escura entre as ovelhas, e as pôs em mãos de seus filhos;

36 E pôs três dias de caminho entre si e Jacó: e Jacó apascentava as outras ovelhas de Labão.

37 E tomou para si Jacó varas de álamo verdes, e de aveleira, e de plátano, e descascou nelas mondaduras brancas, descobrindo assim o branco das varas.

38 E pôs as varas que havia riscado nos bebedouros, diante do gado, nos bebedouros da água aonde vinham a beber as ovelhas, as quais se aqueciam vindo a beber.

39 E concebiam as ovelhas diante das varas, e geravam crias listradas, pintadas e salpicadas de diversas cores.

40 E separava Jacó os cordeiros, e os punha com seu rebanho, os listradas, e tudo o que era escuro no rebanho de Labão. E punha seu rebanho à parte, e não o punha com as ovelhas de Labão.

41 E sucedia que quantas vezes se aqueciam as fortes, Jacó punha as varas diante das ovelhas nos bebedouros, para que concebessem à vista das varas.

42 E quando vinham as ovelhas fracas, não as punha: assim eram as fracas para Labão, e as fortes para Jacó.

43 E cresceu o homem muito, e teve muitas ovelhas, e servas, servos, camelos, e asnos.


Introdução ao Livro de Gênesis capítulo 29:

Este capítulo dá conta da inveja de Raquel de sua irmã por sua fecundidade e de seu desejo sincero de ter filhos, que ela expressou a Jacó de maneira imprópria, pela qual ele a repreendeu, dela dando sua serva Bila a Jacó, com quem ele teve dois filhos, Dã e Naftali, e de Lia ter dado sua serva Zilpa a ele, com quem ele teve outros dois filhos, Gad e Aser, e das mandrágoras de Rúben ele encontrou no campo, e o acordo feito entre Raquel e Lia sobre elas, e de Lia dar a Jacó mais dois filhos e uma filha, e de Raquel também dar a ele um filho, cujo nome era José, em que ele deseja deixar Labão partir para seu próprio país, seu tempo de servidão terminando, que trouxe um novo acordo entre ele e Labão, que para o futuro ele deveria ter todo o gado salpicado, manchado e marrom para seu serviço, e o capítulo é concluído com um relato de um esquema astuto de Jacó para aumentar esse tipo de gado, que teve sucesso e pelo qual ele se tornou rico. Por: John Gill's.

Nenhum comentário:

Postar um comentário