Gênesis 6

Este capítulo fala do tamanho da conta da maldade do velho mundo, que foi notado e ressentido por Deus, sobre o qual ele determinou a destruição dele

Capítulos:

A corrupção da humanidade

1 E aconteceu que, quando começaram os homens a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas,

2 Vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens eram belas, tomaram para si mulheres, escolhendo entre todas.

3 E disse o SENHOR: Não brigará meu espírito com o ser humano para sempre, porque certamente ele é carne: mas serão seus dias cento e vinte anos.

4 Havia gigantes na terra naqueles dias, e também depois que entraram os filhos de Deus às filhas dos homens, e lhes geraram filhos: estes foram os valentes que desde a antiguidade foram homens de renome.

5 E o SENHOR viu que a maldade dos seres humanos era muita na terra, e que todo desígnio dos pensamentos dos seus corações era só mau continuamente.

6 E o SENHOR se arrependeu de haver feito o ser humano na terra, e pesou-lhe em seu coração.

7 E disse o SENHOR: Apagarei os seres humanos que criei de sobre a face da terra, desde o ser humano até o animal, e até o réptil e as aves do céu; porque me arrependo de havê-los feito.

8 Porém Noé achou favor aos olhos do SENHOR.

A arca de Noé

9 Estas são as gerações de Noé: Noé, homem justo, foi íntegro em suas gerações; Noé andava com Deus.

10 E gerou Noé três filhos: a Sem, a Cam, e a Jafé.

11 Porém a terra se corrompeu diante de Deus, e a terra encheu-se de violência.

12 E Deus olhou a terra, e eis que estava corrompida; porque toda carne havia corrompido seu caminho sobre a terra.

13 E disse Deus a Noé: O fim de toda carne veio diante de mim; porque a terra está cheia de violência por causa deles; e eis que eu os destruirei com a terra.

14 Faze-te uma arca de madeira de gôfer: farás aposentos na arca e a selarás com betume por dentro e por fora.

15 E desta maneira a farás: de trezentos côvados o comprimento da arca, de cinquenta côvados sua largura, e de trinta côvados sua altura.

16 Uma janela farás à arca, e a acabarás a um côvado de elevação pela parte de cima: e porás a porta da arca a seu lado; e lhe farás piso abaixo, segundo e terceiro.

17 E eu, eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para destruir toda carne em que haja espírito de vida debaixo do céu; tudo o que há na terra morrerá.

18 Mas estabelecerei meu pacto contigo, e entrarás na arca tu, e teus filhos e tua mulher, e as mulheres de teus filhos contigo.

19 E de tudo o que vive, de toda carne, dois de cada espécie porás na arca, para que tenham vida contigo; macho e fêmea serão.

20 Das aves segundo sua espécie, e dos animais segundo sua espécie, de todo réptil da terra segundo sua espécie, dois de cada espécie entrarão contigo para que tenham vida.

21 E toma contigo de toda comida que se come, e traga-a a ti; servirá de alimento para ti e para eles.

22 E o fez assim Noé; fez conforme tudo o que Deus lhe mandou.


Introdução ao Livro de Gênesis capítulo 6:

Este capítulo fala do tamanho da conta da maldade do velho mundo, tanto entre os profanos quanto entre os professores de religião, que foi notado e ressentido por Deus, sobre o qual ele determinou a destruição dele, Gênesis 6:1 apenas um homem, Noé, é exceção, que encontrou favor com Deus, e cujo caráter é dado, Gênesis 6:8 e a quem foi observada por Deus, mesmo com toda a corrupção geral da terra, Gênesis 6:11 e a quem ele deu ordens e instruções para a construção uma arca para si e sua família, determinado a destruir a terra com um dilúvio, e todas as criaturas nela, Gênesis 6:14 somente ele preservaria ele e sua esposa, seus três filhos e suas esposas, e dois de cada criatura viva, para o qual, e para ele e sua família, ele deveria levar comida para a arca quando construída, Gênesis 6:18 e o capítulo é concluído com a observação de que Noé fez como lhe foi ordenado, Gênesis 6:22. Por: John Gill's

Nenhum comentário:

Postar um comentário